O trabalho tem um papel central na vida das pessoas, podendo contribuir tanto para a melhoria da qualidade de vida quanto para o desenvolvimento de doenças. Hoje, vemos muito frequentemente que o professor está doente. Excesso de trabalho, indisciplina em sala de aula, salário baixo, pressão da direção, violência, demandas de pais de alunos, bombardeio de informações, desgaste físico e, principalmente, a falta de reconhecimento de sua atividade são algumas das causas de estresse, ansiedade
Uma controvérsia (do latim, controversia) é uma discussão, disputa ou polêmica referente a uma ação, proposta ou questão sobre a qual muitos divergem (HOUAISS, 2004). As controvérsias podem variar em intensidade, indo desde disputas privadas até desentendimentos em larga escala entre grupos na sociedade. Áreas perenes de controvérsia incluem religião, sexualidade, valores, moral, política, temas complexos de serem abordados diretamente em sala de aula, sobretudo quando percebe-se seu potencial conflitivo. Como não ignorá-los ou fugir
Em ambos os lados dessa relação, família e escola, há mais conflito, ruído e desentendimento do que parceria. A família, apesar dos conflitos pelos quais passa, recebe e forma o indivíduo em toda a sua história de vida pessoal. É no contexto familiar que a criança adquire suas primeiras experiências educativas e aprende a se harmonizar nos diferentes ambientes. É muito fácil para a escola e/ou educador culpar apenas os pais por tal dificuldade. Afinal,
Pense no professor de quem você mais gostou, que marcou positivamente sua vida. Em seguida, pense no professor que mais lhe marcou negativamente. Agora, descreva as características de ambos e depois analise com qual deles você se parece. Se seus alunos fossem falar sobre você hoje e no futuro, como eles o descreveriam? Qual o legado que você espera deixar como educador e como pessoa? Você foi um estudante feliz? Seus alunos se sentem felizes
Um erro comum na educação é acreditar que as formas e métodos que deram certo no passado vão responder às questões do presente e do futuro. O naturalista britânico Charles Darwin convenceu que o vencedor da seleção das espécies não foi o mais forte, e sim o mais adaptável. Por isso mesmo, as mudanças geracionais exigem adaptações e modificações constantes por parte dos educadores. Não que tudo tenha de ser revisto ou revogado, mas que